O que é Copywriting e como utilizá-lo nas redes sociais?

O Copywriting é o segredo de muitas empresas nas redes sociais, sabe aquele texto que você lê e é literalmente convencido a realizar uma ação? Esse texto foi escrito utilizando técnicas de copywriting.

A palavra copywriting é a junção de duas palavras, copy que é um texto persuasivo capaz de induzir uma pessoa a realizar uma ação, writing é ato de escrever. Então, copywriting é a arte de escrever textos persuasivos capazes de promover a venda produtos. Essa é a melhor definição de o que é copywriting.

ilustração de um livro e um computador em cima da mesa

Os profissionais que trabalham com essa escrita persuasiva são conhecidos como Copywriting. Eles são responsáveis pela produção de conteúdo direcionada a ajudar os leitores na tomada de decisão. Seja para se inscrever em um newsletter ou para comprar um produto.

Apesar de parecer uma técnica nova, ela já é usada desde o século XVII. Entretanto, com a era do marketing digital, marketing de conteúdo e Inbound, a procura por pelas técnicas de copywriting aumentaram. Além de dominar essas técnicas de escrita, o profissional precisa utilizar técnicas de SEO.

Antes de falar sobre como usar o copywriting nas suas redes sociais para aumentar suas vendas, é importante deixar claro sobre o que não fazer. Se quiser que seus clientes continuem em sua jornada de compra evite:

  • Textos sem coesão e sentido, que não informem ou tragam a informação incompleta.
  • Excesso de informações, textos com informações excessivas nem sempre atraem.
  • Jargões, apesar de legais dentro de uma comunidade, pessoas fora da área podem se sentir incomodadas.
  • Mostrar características ao invés de benefícios podem acabam com seu anúncio.

 

Qual é a melhor forma de fazer Copywriting?

Antes de propriamente dito, pensar em escrever, é importante pensar em outros aspectos da criação de texto. Esses aspectos são essenciais para que o texto possa atingir seu objetivo.

Aliás, é importante dizer que o texto de um site ou blog, não se diferencia muito do copywriting para Instagram. O que fará diferença no momento da escrita é para quem você está escrevendo e qual é o objetivo se pretende alcançar com o texto.

Portanto, é essencial que você conheça o público-alvo para quem está escrevendo. Fazer uma pesquisa da persona é essencial, já que isso define o tipo, tom e o estilo da abordagem. Outro ponto essencial é estabelecer uma relação de confiança, crie uma conexão com o leitor.

Como fazer copywriting? Existem algumas dicas simples que podem ajudar bastante.

Crie títulos matadores, já que esse é o primeiro contato que seu leitor tem como texto. Aliás, não se esqueça de sempre pensar em SEO no momento de criar o texto, se você não sabe o que é SEO, acesse aqui.

Antes de escrever um texto faça uma lista de estratégias e verbos de ação que faram com que o leitor sinta que o texto foi escrito pensando na resolução de um problema que ele vem enfrentando. Ou melhor, que dê ao leitor a sensação da descrição de um problema que ele vinha enfrentando sem ao menos saber de sua existência.

Faça comparações, essa é a forma mais simples para que as pessoas assimilem um novo conteúdo, além disso, elas se tornam mais receptivas.

Pesquisas e números também deixam qualquer texto mais atrativo.

Conte histórias. Contar histórias é a melhor forma de engajar uma audiência. Elas são capazes de despertar emoções e memórias, elas fazem com que as pessoas vivenciem melhor as informações que estão recebendo.

 

Praticando e entendendo melhor algumas estratégias

Em um primeiro momento a ferramenta de copywriting pode não ficar tão clara de compreender. Afinal, são conceitos que são aplicados a escrita, por isso vamos mostrar alguns exemplos de copywriting.

“A 60 milhas por hora, o barulho mais alto do novo Rolls-Royce vem do relógio elétrico”. Esse copy dobrou a venda da marca em apenas 1 ano.  A Netflix é outra empresa que usa com perfeição as técnicas de copy. “Filmes, séries e muito mais. Sem limites. Assista onde quiser. Cancele quando quiser. Experimente grátis por 30 dias”.

A apresentação da Apple em seu site passa informações importantes de forma objetiva e clara para seu público-alvo: “Design em toda tela. A maior duração de bateria de um iPhone. Desempenho mais rápido. Fotos com qualidade de estúdio”.

O que todos esses modelos de copywriting tem em comum? Apresentam seus produtos e características como vantagens e benefícios para sua persona. Eles fazem copywriting para vendas, sem em nenhum momento dizer compre ou estou vendendo. Ter um iPhone vai além de ter um smartphone, é um estilo de vida, representa bom gosto em suas escolhas.

Eles usam gatilhos mentais para atrair seus clientes, focando em tudo que seu produto pode fazer por eles. É claro que escrever um copy perfeito não é uma tarefa fácil. Por isso, é importante ter uma equipe para fazer a gestão de redes sociais.

O serviço de copywriting deve estar alinhado com outros pontos estratégicos dentro do marketing digital. Assim, uma boa agência de marketing já possui esse serviço integrado no momento da gestão das redes sociais.

Quer construir uma marca que seja conhecida por uma geração e que transforme o estilo de vida das pessoas? Invista em copywriting.

VIDROS TEMPERADOS: DESCUBRA O QUE SÃO E SUAS APLICAÇÕES

O vidro é um componente bastante antigo e presente na história humana há, mais ou menos, 6 mil anos. Embora descoberto por acaso, tornou-se um elemento indispensável no dia a dia de milhares de pessoas.

imagem vidros temperados

Isso porque ele pode ser aplicado em diferentes processos e lugares, graças às diversas técnicas de produção desenvolvidas ao longo dos anos. Isso permitiu a criação do vidro comum, mas também os vidros temperados e laminados, por exemplo.

Até cinco vezes mais resistente que o vidro comum, o temperado é bastante utilizado em construções, e você pode conferir um pouco mais sobre esse componente abaixo.

 

CARACTERÍSTICAS DO VIDRO TEMPERADO

Considerado um vidro de segurança, o vidro temperado é bastante usado em estruturas autoportantes — aquelas que não necessitam do auxílio de outras estruturas —, tornando desnecessário o uso de caixilhos.

Por ser cinco vezes mais resistente que o vidro comum, resiste com mais eficiência a choques térmicos, ainda que com espessuras semelhantes. Essa resistência se dá principalmente pelo tratamento que recebe.

 

Como é feito o vidro temperado

O tratamento térmico de têmpera, pelo qual é passado o vidro, consiste no aquecimento gradativo dele até uma temperatura de 700°C. Posteriormente, o vidro sofre um resfriamento brusco, tornando-o resistente à flexão e consiga suportar variações de temperatura de até 200°C.

 

Vidro temperado não pode ser cortado

Quando o vidro passa pelo tratamento térmico de têmpera, o componente ganha muita resistência e perde flexibilidade. Isto é, no momento em que é realizada a tentativa de corte, partição ou perfuração, o material se quebra com maior facilidade. Se feita na região das bordas, a chance sobe ainda mais.

Para manipular o vidro temperado, realizar furos, cortes e acabamentos, é preciso que o processo ocorra antes da têmpera. Deste modo, garante-se a integridade e qualidade do material.

 

DIFERENÇAS ENTRE VIDRO TEMPERADO E VIDRO LAMINADO

Enquanto o vidro temperado é elevado à altas temperaturas, o vidro laminado é composto por duas ou mais placas de vidros unidas por camadas intermediárias de Polivinil Butiral (PVB). Isso torna as características do vidro laminado muito mais resistente a impactos, em comparação aos demais tipos de vidros.

Além do mais, a película de PVB filtra até 99,6% dos raios ultravioleta — que descolore tecidos, objetos e móveis — e amortece as vibrações sonoras, servindo no controle acústico.

 

Vidro laminado e temperado

Sendo o vidro laminado a junção entre duas ou mais placas de vidro, ele pode ser combinado com outros materiais, como o próprio vidro temperado, em vez do uso de folhas de vidro comum.

Ou seja, assim você garante uma peça muito mais resistente, com controle acústico, iluminação e com todas as características do vidro temperado. Essa personalização pode ser um grande diferencial para atender exigências de segurança, por exemplo, bem como designs inovadores para o projeto.

Para saber se essa opção está disponível, contate sempre a distribuidora de vidros da sua preferência.

 

MODELOS DE VIDROS TEMPERADOS (E SUAS APLICAÇÕES)

Atualmente no mercado é possível encontrar diversas distribuidoras de vidro em Curitiba, região e país, com os mais diversos tipos de vidros temperados. Entre eles, é possível encontrar o vidro float, impresso e refletivo, os quais podem ser aplicados em diversos ambientes, assim como é possível encontrar vidro temperado para perfil de alumínio — comumente na medida de 8mm.

Confira algumas aplicações do vidro temperado em casa:

 

Porta de vidro temperado

Portas de vidro contribuem para um ambiente com um design mais requintado e moderno, deixando o espaço mais iluminado e visualmente confortável. Além do mais, elas dão um ótimo resultado aos ambientes integrados, criando uma divisão sutil, lavanderias, closets, escritórios e entradas de condomínio.

Na porta de entrada, portas de vidro temperado permitem a entrada de luz natural, podendo aproveitá-la ao máximo. Quanto maior o modelo, mais leve o efeito final. Podendo, aqui, ser utilizada uma cortina ou vidros temperados foscos para manter a privacidade do ambiente interno.

No caso de ambientes integrados, como salas de jantar e de estar, as portas de vidro temperado permitem uma divisão sutil, mantendo as características de luminosidade e de espaço amplo.

Em armários de cozinha também é uma excelente pedida, principalmente em dispensas onde são armazenados os alimentos, ou armários de louças, criando um ambiente com características amplas e com personalidade.

 

Janelas de vidro temperado

Além das portas, é possível complementar o ambiente com janelas de vidro temperado, principalmente com aberturas grandes, permitindo a entrada de luz natural para melhor aproveitamento interno.

Existem diversos modelos de janelas que, complementadas com o vidro temperado, trazem sofisticação e maior segurança para a casa.

 

ONDE COMPRAR VIDROS TEMPERADOS

Comprar janelas ou portas de vidro temperado em Curitiba é uma opção viável para quem mora na cidade ou região, buscando ter um aproveitamento máximo da luz natural. Para isso, busque sempre conhecer as empresas que produzem, a qualidade do material e saiba mais sobre a distribuidora de vidros temperados da sua preferência.

CORTINA DE TRILHO OU DE VARÃO PARA A COZINHA: DESCUBRA A ESCOLHA CERTA

Cada cômodo da nossa casa deve ficar perfeito, não é? E para dar aquele up na cozinha, qual cortina escolher: de varão ou de trilho? Eis a questão.

Como praticidade e estética são coisas muito importantes quando tratamos de decoração, o melhor é que saibamos as vantagens de cada coisa, certo? Então no texto adiante você vai conferir as diferenças entre a cortina de varão e a de trilho e assim tirar suas conclusões de qual combina mais com você e sua cozinha.

imagem sala de estar com cortina com suporte de varão

Cortina de Varão

Para você que gosta de coisas práticas, mas que, claro, não comprometa a classe, a cortina de varão com certeza está entre as melhores opções para sua cozinha. Além da fácil instalação, que exige apenas duas ponteiras (os suportes que ficam nas extremidades) para o varão, alguns parafusos e o próprio varão, tanto colocar quanto retirar as cortinas para lavar ou trocar pode ser feito com total praticidade, o que economizará muito tempo para a pessoa que cuida da casa. E não só isso, mas o próprio varão é extremamente fácil de limpar por não ser uma peça fixa, o que é bem vantajoso.

A cortina de varão é um modelo bem tradicional, provavelmente entre os modelos mais antigos ainda utilizados. Um pouco diferente do que se pode pensar, isso não necessariamente o reduz no quesito visual, estético. Por seu algo mais clássico, e também muito comum nos lares, este tipo de cortina se torna aplicável em praticamente todos os ambientes, até por sua simplicidade, algo que faz parte do gosto de muitos. Além disso, hoje há as mais diversas opções de varões e ponteiras que podem ser escolhidas a seu gosto.

Vale ressaltar que, por ser um modelo mais simples e com facilidade de instalação, ele se torna muito mais acessível economicamente do que outros.

 

Cortina de Trilho

Se você quer colocar um pouco mais de classe na sua cozinha, com toda certeza precisamos falar das cortinas de trilho.

O que envolve este tipo de cortina são a sutileza e apelo visual, podendo ter um design bem mais arrojado e moderno que a cortina de varão, porém há observações a serem feitas.

A cortina de trilho certamente possui mais elegância e também tem facilidade em combinar com os mais diversos ambientes, mas como a beleza cobra, tanto a instalação quanto a colocação e recolocação das cortinas são mais difíceis que em outros modelos. E se tratando da limpeza, o processo exige um pouco mais de dedicação e esforço, já que existe a opção de ocultar os trilhos e, por ficarem escondidos, o trabalho para limpar o interior da peça não é muito prático.

Mas assim como outros tipos de cortina, a de trilho possui os mais diversos modelos e estilos, então não será problema encontrar algo uma cortina de trilho combine bem com sua cozinha.

 

Do que você precisa?

Agora que você sabe o que é uma cortina de trilho e de varão, as vantagens e desvantagens de cada uma delas, você precisa pensar em quais são as prioridades para colocá-las na sua cozinha. Praticidade? Beleza? Ou mesmo economia? Qual delas atendeu melhor suas exigências?

Muito vai depender do gosto de cada um, assim como o estilo do local em que a cortina será instalada. Por exemplo, você não vai querer uma cortina vintage sendo que o resto da sala é totalmente diferente disso, certo? Existem modelos que ficam muito melhor com cortinas longas, outras com cortinas mais curtas. Veja o que se encaixará melhor no seu ambiente.

Lembre-se de algo importante sempre: você pode mudar o modelo da cortina a hora que quiser, pois você não está preso a um único estilo. Sua cozinha merece ficar da melhor maneira possível, aliás, passa-se muito tempo nela, então vale a pena caprichar!

Como foi dito anteriormente, basta analisar os benefícios de cada tipo de cortina e avaliar se está de acordo com sua preferência. Se você costuma receber muitas visitas, quem sabe prefira focar na estética. Mas se você é uma pessoa muito ocupada, com pouco tempo para tarefas domésticas e prefere coisas práticas, um modelo que seja fácil de tirar e pôr provavelmente será de sua preferência. O importante é: sua casa merece o melhor, sempre!

 

Faça a escolha certa

Para você que está em busca da cortina perfeita para sua cozinha, veja os mais variados modelos e nos mais diversos estilos nas Lojas Donna, pois temos grande variedade de itens. Aqui você encontrará as melhores cortinas para este que é um cômodo importantíssimo do seu lar e a chance de deixá-lo ainda mais lindo. Todas as cores, tamanhos e estilos em um lugar só. Encontre a cortina de trilho ou de varão dos seus sonhos, além de contar com a facilidade de comprar cortina para a cozinha online.

O que quer dizer sonhar com piolho na cabeça dos outros? Confira aqui

É importante entender o que significa sonhar com piolho na cabeça dos outros, afinal este é um sonho não tão incomum, mas pode causar dúvidas.

Na realidade, tal sonho afirma que você poderá sofrer de alguns problemas emocionais em breve, o que afetará seu bem-estar. É necessário que você não se deixe levar pelos demais problemas, pois isso pode afetar ainda mais sua saúde.

Outro detalhe do sonho é para que você preste atenção em seu parceiro ou parceira: o piolho em sonho pode representar muita coisa, inclusive indicar cuidado com a pessoa com quem você está, em especial se algo está errado atualmente em sua relação.

sonhar com piolho

Portões para empresas em Pinhais: veja como escolher o seu

Está em busca de portão para empresas em Pinhais? Aqui, apresentamos os principais tipos de portões e como escolhê-los. Aproveite para conferir e acertar na aquisição desse acabamento para sua empresa!

portão para empresas

 

Principais tipos de portões

Há três principais tipos de portões que podem ser utilizados com facilidade pela empresa. Conheça, a seguir, quais são essas alternativas:

 

Portões de correr

Os portões de correr são opções clássicas usadas em imóveis empresariais. Trata-se de uma opção com abertura lateral, com uma folha que desliza por um trilho. Por isso, também recebe o nome de portão corrediço ou portão deslizante.

 

Portões pivotantes

Os portões pivotantes são muito versáteis e clássicos em imóveis empresariais e residenciais. Sua abertura é semelhante à de uma porta tradicional e há duas opções de portão pivotante: o simples (com uma folha móvel) e o duplo (com duas folhas móveis).

 

Portões flutuantes

Os portões flutuantes, ou portões basculantes, recebem esse nome por causa de sua abertura: eles possuem uma folha móvel que fica suspensa na lateral, permitindo a passagem de veículos e pessoas.

 

Qual tipo de portão para empresas escolher?

Já conhece quais são os principais tipos de portão para empresas, mas não sabe exatamente qual escolher? Então, confira as dicas que separamos para lhe ajudar a acertar na compra:

 

Considere a área disponível para instalação

A área disponível para instalação é um fator extremamente importante, porque dependendo do espaço não há a possibilidade de instalar determinados tipos.

O portão de correr / deslizante, por exemplo, é recomendado para áreas grandes, porque precisa de um espaço lateral para realizar o processo de abertura. Senão, não há como abri-lo.

Já o portão pivotante, seja a versão simples ou dupla, pode ser instalado em qualquer área (pequena, média ou grande). Só é preciso se atentar a um fato: se for um portão pivotante abrindo para fora, ele pode ocupar uma parte da calçada. Portanto, só é interessante para áreas com baixa circulação de pessoas.

O portão flutuante, por sua vez, é ideal para imóveis com fachadas pequenas, com pouca área disponível para instalação, conseguindo proteger a área corretamente.

 

Verifique o nível de segurança do portão

Quanto maior o nível de segurança que o portão oferece, melhor. Portanto, prefira portões fabricados com materiais difíceis de serem rompidos ou escalados, bem como versões vazadas, que possibilitam uma boa visibilidade da área externa.

Uma alternativa com essas características é o portão de grade ou gradil, que está disponível tanto nas versões manual e automática, alternativa esta que tem um nível maior de segurança por permitir a abertura à distância, sem precisar sair do automóvel.

 

Veja se o portão tem baixa manutenção

Quer ter muito mais praticidade na conservação do portão? Neste caso, recomenda-se comprar portão para empresas de baixa manutenção, como os fabricados com aço galvanizado e com acabamentos especiais como a pintura eletrostática epóxi.

O aço galvanizado é uma excelente opção porque não enferruja, portanto, o portão não precisará passar por constantes processos de manutenção para ficar em perfeito estado, como acontece com a versão de madeira que precisa ser envernizada periodicamente.

Já a pintura eletrostática epóxi forma uma camada de proteção extra sobre o aço, minimizando a possibilidade de danos na estrutura, de modo a contribuir para uma menor manutenção, sem necessidade de consertos frequentes.

 

Escolha um portão de qualidade

Investir em portão para garagem de qualidade é importante porque essa versão dura muito mais, possui baixa manutenção e não exige gastos constantes com trocas ou consertos, ajudando a empresa a economizar.

 

Como reforçar a segurança de portões para empresas

Agora que você já sabe como escolher o melhor portão para empresas em Pinhais, é importante saber como reforçar ainda mais a segurança dessa estrutura e entradas do imóvel.

Uma dica especial para isso é escolher o portão para empresas automático, para realizar os processos de abertura e fechamento a distância, sem precisar sair do carro, sendo muito mais prático e seguro.

Além disso, instale cercas no topo do portão, se houver espaço para isso. Dessa forma, aumenta-se sutilmente à altura de toda a estrutura, além de reforçar a proteção, dificultando ainda mais a chance de ultrapassagem.

Uma das alternativas é instalar cerca de concertina, que é um arame com lâminas pontiagudas e cortantes que inibem a ação criminosa e possuem preço acessível em comparação a outras soluções de segurança.

 

Comprar portões para empresas em Pinhais

A Dimatelas produz portões de alta qualidade e com estética incrível para empresas em Pinhais. São alternativas fabricadas com tubos galvanizados a fogo, com acabamento com pintura epóxi, aumentando sua durabilidade e resistência à corrosão.

A empresa também disponibiliza mão de obra especializada para realizar seu projeto com qualidade e rapidez, atendendo prontamente todas as suas necessidades e garantindo sua satisfação com o serviço prestado. Aproveite para solicitar um orçamento para portão em Pinhais sem compromisso!

Quais são as tendências pedagógicas?

A pedagogia é um campo muito maior que imaginamos, ela é uma área que vai muito além das salas de aula nas escolas, ou seja, do conhecimento que é passado do professor para os alunos. Por exemplo, você já ouviu falar alguma vez sobre quais são as principais tendências pedagógicas? Com toda a certeza este é um assunto que deverá ser tratado ao longo dos quatro anos da faculdade de pedagogia.

homem fazendo apresentação para trabalhores desntados em uma mesa

Mas hoje, para matar a sua curiosidade, vamos adiantar um pouco desse conteúdo e te contar tudo sobre pedagogia e sobre quais são essas tendências pedagógicas. Em primeiro lugar, precisamos destacar que essas tendências pedagógicas nada mais são do que um conjunto de pensamentos de filósofos e autores que discorrem sobre como a educação pode ser compartilhada em uma sala de aula.

Dessa maneira, quando falamos em tendências pedagógicas também precisamos destacar que existem dois modelos que são os principais: o liberal e o progressista. Em resumo, podemos afirmar que o primeiro modelo opta por manter a sociedade do jeito que ela está. Já o segundo modelo por outro lado, coloca a educação como uma ferramenta transformadora na nossa sociedade.

Sendo assim, nesse texto vamos falar mais especificamente sobre o segundo modelo, que traz as tendências pedagógicas progressistas. Iniciamos destacando que ao realizar um curso de pedagogia ead provavelmente você irá se deparar com a seguinte explicação para a Pedagogia Progressista: o progresso faz parte de sua metodologia de ensino e a inspiração vem da teoria do conhecimento marxista.

É preciso destacar também que seja em curso presencial ou um curso de pedagogia a distância, uma das discussões que poderá aparecer ao longo dos quatro anos de faculdade é que é possível perceber como essa formação pedagógica progressista estimula rupturas, para chegar em um local teórico e abstrato. Para isso, o aluno vira o protagonista do seu processo de aprendizado.

Dentro desse modelo de pedagogia progressista podemos destacar as seguintes tendências: Libertária, Libertadora e Histórica-crítica. A seguir vamos detalhar as principais características de cada uma delas.

Começando com a tendência Libertária, ela é contra o autoritarismo e a favor do autogerenciamento. Simplificando, como o próprio nome já diz, ela dá liberdade para o aluno. Dessa maneira o aluno aprende principalmente com base na troca do grupo, o que ajuda bastante na transformação da sua personalidade, para que ele se torne mais independente. Esse modelo resiste à ação controladora do estado, pois não prevê avaliações tradicionais. Dessa maneira, o aluno é avaliado na medida em que vive situações, experimenta coisas novas e coloca isso no seu dia a dia da escola.

Por outro lado, na tendência Libertadora em primeiro lugar é preciso destacar que ela não é a mesma coisa que a libertária. O nome pode ser parecido, mas as propostas são um pouco diferentes. Na Libertadora, a consciência, especialmente política, está por toda parte. Ela defende a ideia de que o aluno consiga transformar a sua realidade com esse pensamento. Ou seja, a problematização da realidade faz parte do dia a dia desse aluno e isso o ajuda a entender a sua relação e o papel social como pessoa, tanto na natureza, quanto com os colegas, familiares e o resto do mundo. Nesse caso é preciso destacar ainda que a reflexão crítica e a participação do estudante como protagonista na aquisição de conhecimento são muito bem-trabalhadas. O aluno deixa de ser apenas um receptor para começar a disseminar também o conteúdo.

A terceira tendência progressista é a Histórica-crítica, ela propõe que exista uma interação entre o conteúdo e a realidade que se vive. Para os defensores dessa ideia, esse fato ajudaria a transformar a sociedade, pois não se prenderia naquele modelo tradicional de ensino que fica ligado só na reprodução do conteúdo. Nessa tendência a avaliação vem com um diagnóstico contínuo, com o intuito de recolher dados sobre o desenvolvimento dos alunos. A ideia é que essas informações sirvam como base para adaptação da prática pedagógica. E essa tendência também coloca o estudante a par dos resultados para que possa ajudar na mudança.

Para que fique claro, vamos reforçar mais uma vez, a pedagogia progressista acredita que as tendências devem ser aplicadas partindo de uma análise crítica das realidades sociais, e elas sustentam implicitamente as finalidades sociopolíticas da educação. As tendências progressistas defendem a autogestão pedagógica e o antiautoritarismo. Ou seja, elas se opõem ao ensino tecnicista, de linha autoritária, em que professores e alunos executam projetos elaborados em gabinetes e desvinculados do contexto social e político. Concluindo, podemos afirmar que a pedagogia progressista procura formar cidadãos conscientes e participativos na vida de uma sociedade, pois essa tendência leva o aluno a refletir, a desenvolver o espírito crítico e criativo e a relacionar todo o seu aprendizado com o contexto social em que está inserido.

Como funciona e como alugar um guarda móveis em Goiânia?

O guarda móveis em Goiânia lhe ajuda a solucionar, de uma vez por todas, o problema de falta de espaço para armazenamento desses itens. Não conhece esse serviço? Então, continue a leitura e saiba como funciona e como alugar um guarda móveis em Goiânia!

imagem de um galpão com box para armazenagem

O que é o guarda móveis?

O guarda móveis possui nome autoexplicativo: trata-se de um serviço de armazenamento de móveis, disponibilizando uma área extra para deixar essas peças pelo tempo que precisar.

 

Como funciona o guarda móveis?

O serviço tem funcionamento simples, é só escolher uma empresa de self storage que realize a guarda de móveis e definir uma área de armazenamento exatamente no tamanho que precisa para manter os volumes.

Então, basta fechar o aluguel do espaço, que é conhecido como box, colocar seus móveis no local e trancá-lo. A chave da área não fica na unidade de self storage, mas sim com o cliente, de modo a eliminar o acesso aos móveis por terceiros.

O cliente pode acessar o box de guarda móveis sempre que precisar, desde que no horário de atendimento da unidade de self storage. Poderá fazer retiradas ou novos armazenamentos, tendo total praticidade durante todo o processo.

Caso não precise mais utilizar o guarda móveis, é fácil suspender o contrato de locação, uma vez que o processo é desburocratizado e não há necessidade de cumprir um tempo mínimo de uso do serviço, tendo flexibilidade e praticidade.

 

Como alugar um guarda móveis em Goiânia?

O aluguel de guarda móveis em Goiânia deve seguir algumas etapas para acertar na contratação, escolhendo uma excelente empresa de self storage para manter as peças. Veja, a seguir, quais são essas etapas:

 

Busque por uma empresa de self storage

O passo inicial é buscar uma empresa de self storage para manter seus móveis. O ideal é que tenha experiência e ofereça uma estrutura completa para armazenamento, para assegurar que terá um atendimento adequado e dentro de suas expectativas.

Se estiver em dúvida sobre a empresa, pesquise referências sobre ela, o que pode ser feito em redes sociais ou no site da própria prestadora de serviços, na área dedicada ao depoimento de clientes.

 

Visite a unidade

Não feche o contrato de locação sem fazer uma visita à unidade de self storage em Goiânia, uma vez que é por meio dela que conseguirá verificar a estrutura do local, se há boxes de tamanhos variados, como é a segurança e a limpeza dos boxes.

 

Verifique detalhes do contrato

Também é importante verificar detalhes do contrato de aluguel de guarda móveis, o que ajudará a evitar surpresas desagradáveis no futuro. Veja se acordos verbais foram especificados no documento, para ter maior segurança.

 

Certifique-se da segurança da unidade de self storage

A segurança é um fator primordial para garantir maior tranquilidade quanto à proteção dos bens, minimizando a possibilidade de prejuízos. Por isso, verifique como é o acesso à unidade e box, bem como quais são as medidas adotadas para evitar furtos e roubos.

 

Procure saber como a empresa trata as áreas de armazenamento

Áreas em péssimo estado de conservação, com sujeira e pouco arejadas, são mais suscetíveis a provocar danos aos móveis. O ideal é que os boxes sejam limpos e com boa circulação de ar, para minimizar a possibilidade de prejuízos às peças.

 

Quanto custa guarda móveis em Goiânia

Quer contratar o serviço, mas não sabe exatamente quanto custa guarda móveis em Goiânia? O preço mensal varia conforme o tamanho da área que pretende alugar. Caso precise de um espaço grande, pagará mais.

No entanto, é importante salientar um detalhe sobre o preço do guarda móveis em self storage: ele tende a ser menor que o cobrado por outros serviços de armazenamento, sem comprometer a qualidade.

Por isso, o guarda móveis em self storage sempre se destaca como a melhor opção, principalmente para quem está com o orçamento um pouco mais apertado, mas faz questão de investir em um serviço de armazenamento de alta qualidade.

 

Como armazenar móveis em self storage?

O armazenamento de móveis em um box de self storage não deve ser feito de qualquer jeito! Deve-se adotar cuidados para preservar as peças, bem como para aproveitar da melhor forma possível a área alugada, conseguindo guardar mais itens.

Um cuidado essencial é limpar os móveis antes de colocá-los no box de self storage, o que evitará que a sujeira acumulada provoque manchas ou demais danos às peças. Além disso, desmonte tudo o que conseguir.

Ao desmontar os móveis dá para diminuir o espaço que ocupam no box, podendo armazenar mais itens. Outra dica fundamental é embalar cada um dos móveis com plástico bolha, para evitar danos durante o transporte.

 

Aluguel de guarda móveis em Goiânia

A Guarde Mais, empresa de self storage com sólida experiência e sinônimo de qualidade, disponibiliza serviços de guarda móveis, bem como de guarda volumes em Goiânia. Conheça a unidade e alugue um box!

4 dicas para você controlar a ansiedade no dia a dia

Segundo a OMS (Organização Mundial da Saúde), o Brasil é o país com mais ansiosos no mundo. A taxa de pessoas diagnosticadas com ansiedade é de 9,3%, o que dá cerca de 18 milhões de brasileiros.

O grande problema é que a ansiedade pode ser, muitas vezes, incapacitante, fazendo com que deixe de tomar ações e realizar atividades básicas. Em alguns casos, pode evoluir para a síndrome do pânico ou depressão.

O tratamento para ansiedade normalmente envolve psicoterapia e uso de medicamentos, mas existem dicas que podem ser colocadas em prática para tentar controlá-la de maneira natural no dia a dia.

Aqui, apresentamos as 4 principais dicas para controlar ansiedade. Continue a leitura, conheça quais são e coloque todas em prática!

mulher fazendo sinal de positivo com a mão

O que é ansiedade?

Trata-se de um distúrbio em que a pessoa tem uma preocupação excessiva e persistente com algo, geralmente situações básicas do dia a dia. Essa preocupação é tanta, que chega a paralisar, impedindo que tome ações.

O que poucos sabem é que a ansiedade é uma reação natural do corpo e tem como finalidade colocá-lo em situação de alerta, para evitar perigo. Essa reação só se torna um problema quando é muito intensa e prejudica o funcionamento do corpo e da mente.

Quando acomete pessoas de forma muito intensa, recebe o nome de transtorno de ansiedade e precisa de tratamento, para evitar que evolua para um quadro de síndrome do pânico ou depressão.

 

O que causa a ansiedade?

A causa da ansiedade é a vivência de experiências negativas e traumáticas que são capazes de gerar um medo intenso de enfrentar algo, fazendo com que o paciente fique sem reação diante de diversas situações.

 

Sintomas da ansiedade

Os sintomas de ansiedade são, na maioria das vezes, fáceis de serem identificados pelo próprio paciente. De modo geral, uma crise de ansiedade desperta:

  • Preocupação excessiva com algo;
  • Estresse desproporcional ao que a situação normalmente geraria;
  • Inquietação e irritabilidade;
  • Hipervigilância, tendo medo contínuo de algo que nem ao menos sabe se acontecerá;
  • Falta de concentração;
  • Fadiga;
  • Pensamento acelerado ou indesejado que permanece ao longo do dia;
  • Sudorese;
  • Respiração acelerada ou falta de ar;
  • Insônia;
  • Pesadelos;
  • Boca seca;
  • Ataques de pânico;
  • Medo intenso de uma situação ou objeto;
  • Náusea;
  • Tremor;
  • Pavor;
  • Palpitações;
  • Sentimento constante de que algo ruim acontecerá.

 

Como é feito o diagnóstico de ansiedade?

Ainda que os sintomas da ansiedade sejam fáceis de serem identificados, é importante evitar o autodiagnóstico. Um profissional, como o psicólogo ou psiquiatra, é o mais indicado para realizar o diagnóstico com precisão.

Para estabelecer se o paciente é ansioso, o profissional identifica sintomas e solicita testes laboratoriais, para eliminar doenças que possuem sinais idênticos ao da ansiedade, como as do coração.

 

4 dicas para controlar a ansiedade

Se você sofre com ansiedade no dia a dia, há dicas que possibilitam controlar seus sintomas e ter uma qualidade de vida melhor. A seguir, apresentamos 4 dicas para lhe ajudar:

 

  1. Pratique exercícios físicos regularmente

Realizar exercícios físicos regularmente libera substâncias que proporcionam sensação de bem-estar. Além disso, também melhora a qualidade do sono e oferece algo diferente para sua mente se distrair.

O ideal é fazer exercícios três vezes por semana, no mínimo. Caso venha de uma vida sedentária, comece aos poucos e realizando alguma atividade que mais gosta, para não correr o risco de ter vontade de abandonar os exercícios logo no início.

 

  1. Coma melhor

A alimentação tem papel importante no controle da ansiedade, porque possibilita que o organismo receba nutrientes essenciais para realizar funções básicas.

O ideal é mudar seus hábitos alimentares, passando a consumir itens com mais vitaminas e minerais. Elimine ou reduza consideravelmente o consumo de ultraprocessados, bem como de estimulantes (café e bebidas alcoólicas).

 

  1. Faça terapias complementares

As terapias complementares são a ioga, alongamentos, acupuntura, meditação para ansiedade, mindfulness, técnicas de respiração, entre outras.

O diferencial dessas terapias é que elas dão consciência corporal e ensinam a respirar corretamente, o que possibilita identificar e aliviar a ansiedade com maior facilidade.

 

  1. Utilize florais para ansiedade

O floral é uma essência superconcentrada de flores e plantas capazes de auxiliar no equilíbrio de emoções, ajudando a acalmar agitações, estresse, tristeza, ansiedade, entre outras sensações.

Existem várias opções de floral para ansiedade, como os de Bach (Mimulus, Aspen, Rock Rose e Impatiens são bons exemplos) e Saint Germain (Melissa, Patiens e Cidreira, por exemplo).

Um dos principais benefícios do uso do floral de ansiedade é a possibilidade de controlar os sintomas de forma natural, sem uso de medicamentos.

Existe a opção de combinar o floral para ansiedade com o que combate outros sintomas, garantindo uma atuação e controle mais abrangente de emoções.

Mas, é importante se atentar a um detalhe: caso nenhuma das dicas acima reduzam seus sintomas, consulte um profissional (psicólogo e/ou psiquiatra) para realizar um tratamento personalizado ao seu perfil.

Como controlar e diminuir o colesterol?

Ter colesterol alto é um perigo para saúde, afinal, pode aumentar o risco de desenvolver doenças específicas que são muito graves, como as que acometem o coração.

Mas, saiba que existem formas de controlar e diminuir o colesterol alto. Confira, aqui, quais são elas e saiba mais sobre essa condição que é muito comum entre os brasileiros.

gordura acumulada nas paredes das artérias colesterol

O que é colesterol?

O colesterol é uma substância produzida pelo fígado a partir de gorduras ingeridas pela alimentação. Ele circula livremente pelo sangue e quanto maior sua concentração, mais elevada a possibilidade de acúmulo na parede de artérias.

Quando esse acúmulo ocorre, ele provoca uma obstrução do fluxo de sangue, provocando doenças graves. Por isso, é essencial manter os níveis de colesterol sempre controlados.

 

Tipos de colesterol

Há dois tipos principais de colesterol, o HDL (High Density Lipoprotein ou lipoproteína de alta densidade) e o LDL (Low Density Lipoprotein ou lipoproteína de baixa densidade).

Curiosamente, um tipo é um colesterol bom, que é importante mantê-lo em níveis altos no sangue. O outro é um colesterol ruim, que deve ser controlado e reduzido ao máximo.

O HDL é o colesterol bom, porque ele auxilia no controle e eliminação do excesso de LDL (colesterol ruim) da parede de vasos sanguíneos. O que o HDL faz é colher o LDL que sobra, levando-o de volta ao fígado para ser corretamente processado e eliminado.

Mas, é importante ressaltar um detalhe: embora seja considerado um colesterol ruim, é essencial ter uma quantidade mínima de LDL no organismo, porque ele participa de processos importantes como a produção de alguns hormônios e da vitamina D.

O problema está justamente no excesso. Por isso é importante sempre realizar exames de rotina, para identificar previamente se há um aumento no nível de LDL e seguir recomendações de seu médico para controlá-lo e reduzi-lo.

 

Sintomas do colesterol alto

O colesterol elevado, também chamado de hipercolesterolemia, é uma doença silenciosa, que não gera sintomas enquanto se desenvolve. O paciente só descobre que tem esse problema quando faz exames de rotina ou quando apresenta alguma doença provocada pelo acúmulo de gordura nas artérias, como as coronárias.

 

O que causa o colesterol alto?

Existem diferentes fatores que podem levar ao aumento do colesterol ruim no sangue. De modo geral, esse problema é provocado por tendências hereditárias e genéticas, bem como pela obesidade e sedentarismo.

Um detalhe que vale a pena ser ressaltado é que 30% do colesterol que temos em nosso organismo é proveniente da alimentação. Por isso, ter um LDL alto está diretamente relacionado a uma alimentação ruim, muito rica em gordura.

 

Como controlar e reduzir o colesterol alto

Quem recebe o diagnóstico de LDL alto normalmente busca dicas de como diminuir o colesterol ruim, assim como de controlá-lo. Este é o seu caso? Então, confira o que pode ser feito:

 

Cuide de sua alimentação

Como dito anteriormente, 30% do colesterol em nosso organismo vem da alimentação. Portanto, se você come muita gordura durante o dia, a tendência é que o colesterol, principalmente o ruim, aumente consideravelmente no sangue.

Por isso, é fundamental cuidar da sua alimentação, adotando uma dieta equilibrada, preferencialmente com itens que reduzem o LDL no organismo e aumentam a quantidade de HDL.

Entre os principais, destaque para os peixes de águas profundas, como a sardinha, bacalhau, atum e truta, que possuem alta concentração de ácidos graxos, que aumentam o colesterol bom no organismo e reduzem o ruim.

Se possível, substitua o óleo tradicional pelo azeite extravirgem, que eleva o HDL e baixa o LDL. Além disso, contribui para a saúde cardiovascular e tem ação anti-inflamatória.

Outra excelente dica é inserir sementes, como chia e linhaça, em suas refeições, porque são ricas em ômega 3, ajudando a prevenir doenças cardiovasculares, além de evitar o acúmulo de colesterol em artérias.

Há, ainda, outros alimentos que são aliados, como a aveia (rica em fibras, ajuda a diminuir o colesterol ruim), oleaginosas (castanhas e nozes), feijão, frutas (sobretudo as com muitas fibras, como ameixa, laranja e pera), soja e chocolate amargo.

Na lista de alimentos que devem ser evitados estão os com açúcar refinado (doces e refrigerantes), frituras (coxinha), carboidratos (pães de farinha branca. Prefira os integrais), industrializados (salgadinhos e comidas congeladas) e embutidos (salames e linguiças).

 

Use suplementos naturais

Os suplementos naturais possuem ativos que possibilitam controlar e baixar o colesterol ruim. Entre os principais destaques para o suplemento de ômega 3, que reduz o LDL naturalmente.

Há, ainda, o Chitosan, que diminui a absorção de gordura pelo organismo, bem como aumenta o nível de colesterol bom, minimizando o risco de entupimento de artérias.

Outra dica de como reduzir o colesterol é o uso de Tribulus Terrestris, que também é um aliado na melhora do humor, estímulo do sistema imune e aumenta a libido, tanto que pode ser utilizado por homens e mulheres.

O que é aromaterapia?

A aromaterapia é uma prática terapêutica realizada com base em aromas de óleos essenciais, com foco no equilíbrio entre corpo e mente, visando à melhora da qualidade de vida, bem-estar e saúde.

Curiosamente, essa alternativa de tratamento ganhou força durante a Segunda Guerra Mundial, quando havia escassez de medicamentos para tratar soldados.

Na época, os médicos utilizaram os óleos essenciais em substituição aos remédios, especificamente no combate de infecções, atingindo resultados surpreendentes.

Desde então, a aromaterapia ganhou adeptos e foi reconhecida pela OMS (Organização Mundial da Saúde) como uma técnica complementar de tratamentos médicos realizados com remédios.

Além disso, o governo federal brasileiro incluiu a aromaterapia em sua política de práticas complementares da saúde e a terapia é oferecida gratuitamente no SUS (Sistema Único de Saúde).

 

Como funciona a aromaterapia?

A aromaterapia é feita com óleos essenciais 100% puros e extraídos de partes de plantas, como flores, sementes e folhas. É utilizada para restaurar energias, dar suporte no tratamento de doenças e atingir o equilíbrio entre corpo e mente.

Especialistas indicam que isso é possível ao inalar o aroma dos óleos, porque se ativa o sistema nervoso e o cérebro reage despertando emoções, sobretudo de bem-estar, impactando diretamente no humor.

 

Quais são os benefícios da aromaterapia?

A aromaterapia possibilita combater estresse, ansiedade, depressão, dor, insônia, entre outros problemas físicos e emocionais, de maneira natural, com possibilidade reduzida de reações e efeitos colaterais.

Além disso, é uma terapia alternativa com preço acessível, sobretudo em comparação a tratamentos tradicionais. Mas, é importante reforçar que a aromaterapia não substitui um tratamento com medicamentos, somente funciona como um complemento.

 

Quais são os óleos essenciais?

A lista de óleos essenciais é extensa, abrangendo alternativas para diferentes finalidades. Confira quais são os principais óleos essenciais e para que servem:

 

  • Lavanda: combate a insônia, possibilitando dormir melhor. O óleo de lavanda também elimina o estresse, ansiedade e tensão muscular;
  • Alecrim: o óleo essencial de alecrim melhora o ânimo e aumenta a capacidade de concentração e raciocínio;
  • Eucalipto: utilizado como suporte no tratamento de doenças que atingem o trato respiratório, como gripes e resfriados, porque tem propriedades descongestionantes e expectorantes;
  • Lemongrass: trata-se do óleo essencial de capim-limão, com aroma sutilmente cítrico. Atua na redução da ansiedade, estresse e tensão, além de estimular a criatividade e raciocínio;
  • Melaleuca / tea tree: o óleo essencial de melaleuca / tea tree tem ação bactericida e auxilia no tratamento de inflamações. Por isso, é usado em casos de acne, principalmente como secativo;
  • Menta piperita: óleo com efeito revigorante e energizante, aplicado para eliminar mal-estar e fadiga. É uma opção para melhorar a respiração e dores, como as de cabeça.

 

Como usar os óleos essenciais?

Na aromaterapia, os óleos essenciais são dispersos no ambiente ou aplicados na pele. No primeiro caso, utiliza-se spray ou difusor de óleo essencial para perfumar o espaço e possibilitar a inalação do aroma.

Já no segundo, recomenda-se passar os óleos essenciais diretamente na pele, se forem liberados para isso. Alguns precisam ser diluídos com outros óleos vegetais neutros ou loções, para não irritar a pele.